Mala de outono – checklist

11 de setembro de 2010

Minha próxima viagem está chegando.

Sempre faço checklist para as roupas e coisas que vou levar bem antes da viagem para poder colocar algumas para lavar, se preciso, e comprar o que faltar. Nunca tinha deixado escrito no blog, só fazia numa folha de papel e depois jogava fora.

Desta vez vai ficar para a posteridade.

Considerando quantos dias vou ficar, para onde eu vou (Nova York), a época do ano (outono), fui no weather.com e vi qual é a média de temperatura e o clima.

Posso pegar tempaturas máximas de 25ºC e mínimas de 10ºC, ‘tá ótimo, inverno em Brasília um pouco mais úmido (é o segundo mês menos chuvoso).

Levando também em consideração que estou indo para o templo maior do consumo, não vou levar quase nada. Vou comprar tudo e mais um pouco! Então a mala vai se restringir a duas ou três “mudas” de roupa. Não pretendo levar nem perfume, nem óculos escuros, nem brincos, nem relógio… E vou levar o quê, afinal?

Vamos ao checklist:

Roupas

  • 3  camisetas básicas;
  • 3 camisetas de manga longa;
  • Calcinhas (para todos os dias, pois, dizem que as calcinhas americanas não servem para brasileiras…);
  • 1  calça social;
  • chinelo;
  • pijama;
  • 1  suéter;
  • 2  cachecol;
  • luvas;
  • meia-calça fio 80;

Aí você, que por acaso está lendo, se pergunta: SÓ ISSO????

Bem, na viagem estarei vestindo uma camiseta básica, botas, calça jeans e vou levar meu casaco de couro e um suéter. ‘Tá bom, né?

Necessaire

  • shampoo;
  • condicionador;
  • creme para pentear;
  • desodorante;
  • escova de dente;
  • pasta de dente;
  • creme para o rosto;
  • “farmacinha” – com anti-ácidos, antitérmicos, chá de boldo e própolis.

Nem preciso dizer que os frascos que levar vão estar quase acabando para serem deixados lá mesmo e que vou comprar um monte de cremes para cabelo e corpo pra trazer.

Bagagem de mão

Vou levar uma mochila e uma bolsinha com os documentos principais.

  • livro;
  • celular;
  • notebook;
  • máquina fotográfica;
  • caneta e lapiseira;
  • caderninho de anotações;
  • suéter;
  • necessaire com maquiagem.

Ainda não decidi se vou de mala (aquela que eu quis tanto), que se quebrou na primeira viagem, ou se vou de mochila velha. Seja lá qual for, também não vai voltar (vou comprar uma mala, uma mochila de viagem e uma  para o dia-a-dia)…

Viagem para consumo é assim ida magra, volta gorda!


A mala

2 de outubro de 2009

Tem um versinho infame que eu aprendi quando eu era criança e nunca mais esqueci:

“Eu queria a mala

Amá-la como ninguém

Mas como poderei amá-la

Se a mala ficou no trem”

É, enfim consegui comprar a mala. Mas não qualquer mala, e sim a mala que eu quis.

A mala

A mala

Enfim, é minha. 

A ênfase nessa estória toda é que eu já tinha namorado ela na vitrine, mas como não ia viajar, namorei, mas não levei. Quando surgiu a viagem, fui atrás da mala, mas ela tinha acabado. “Cheetos”!!!

Uma semana depois, ela chegou!

E já está devidamente identificada com minhas fitas roxa-liláses!

Amei!


Velho mundo – trajes e vestimentas

28 de setembro de 2009

Dizem por aí que não se deve levar muitas roupas na mala… Os motivos são muitos: você vai exagerar e não vai usar tudo o que levar, você pode comprar muita coisa por lá e quando se trata de frio, você não vai ter roupas que esquentem…

Eu nem tenho tanta roupa de frio, aliás, roupa de FRIO, eu não tenho nenhuma. Ok, tenho alguma coisa, isso aqui: http://viagenseventuras.wordpress.com/2009/07/23/viajar-no-frio/ , comprei uma blusinha “de baixo” do tipo térmica, uma meia fio 80, tenho algumas camisetas de manga comprida, uma meia de friaca, umas blusinhas de linha (que não devem esquentar nada, mas pelo menos vão enfeitar o visual), alguns cachecóis… é… é…

Vou comprar uma meia (ai que vergonha)… vou comprar uma meia de alta compressão – fio 270. Hahaha meia de véia… na verdade é meia para usar no avião. Quase 12 horas de avião não serão fáceis… E minha experiência (de quando eu tinha 17 anos a menos) em busú (que nem tem alteração de pressão) já me disse que as pernas incham e lá nas alturas pode foder tudo. Enfim, 17 anos a mais, eu vou com a meia da véia!

Estou aplicando PNL em mim pra ver se me conscientizo de que não preciso comprar roupas de frio. Aqui não faz frio…

Quero mesmo é passear. Bater perna. Ver.


Arrumando a mala

14 de dezembro de 2008

O ato de arrumar as malar pra viajar é complexo e reúne diversas etapas que eu criei pra não esquecer nada, afinal, passar diversos dias sem seus “petrechos”, “trecos”, “coisinhas” de uso diário pode se tornar um problema, principalmente se você não estiver numa capital pra comprar outro igual(como é o nosso caso).

A primeira etapa são as roupas. Pelo menos um mês antes, tiro do armário tudo o que vou levar e faço uma seleção do que precisa lavar e/ou passar. E se precisa comprar alguma coisa. Para minhas viagens de praia o essencial são biquinis, camisetas e regatas, shortinhos e saias, vestidos e chinelos.

Depois vêm as malas, digo, as mochilas, tiro-as do armário e deixo no sol pra tirar algum eventual cheiro de nhaca ou mofo.

A próxima etapa são as necessaires e tudo o que vai dentro…

A começar com os petrechos de unha… Não uso esmalte, mas todo o resto já está na necessaire.

Para as unhas

Meu calcanhar de Aquiles é o cabelo:

Para os cabelos

Silicone, condicionador, creme para pentear, shampoo anti-resíduos, máscara de tratamento, pentes…

E sua dominação é sempre muito importante:

Para domar a juba

O sol na praia é sempre foda, para isso, PROTEÇÃO:

Para o sol

Para depois do sol:

Para a pele

Esse ano vamos ficar 14 dias com uma banheirinha de hidromassagem, e a brincadeira vai ser quente, digo, espumante:

Para a espuma

A festa da virada vai ser chique, então incrementei a necessaire das maquiagens (que em seu kit básico é composto de baton, pó compacto, lápis para o olho e rímel) pra ficar lindona da festa com sombra azul e iluminador aurora boreal…

Para o ano novo

Desde que voltei de Noronha, meio que não desfiz as malas. Não no sentido concreto, mas do figurado. Deixei uma fotografia mental no fundo do meu baú chamado cérebro de todos os petrechos que não poderia esquecer. Portanto foi mais fácil refazer as malas…

Não tirei foto dos itens básicos (escova de dente, pasta, desodorante, perfume e etc por motivos óbvios)

Et voilá!

Tudo dentro

Tudo dentro

Fotografia

Outro item de suma importância na arrumação das malas são os petrechos de fotografia.

Para fotografar
Meu kit é composto de um tripé da vez (eles se quebram muito fácil), pilhas recarregáveis sobressalentes, a capa estanque para a máquina, cartão de memória sobressalente e carregador de pilhas.
Agora, tirando foto, quero ver se eu esqueço alguma coisa…
Hahahaha
Que venha o descanso, enfim!