Museu temático

24 de outubro de 2010
Adoro museus!

 

E tenho um jeito especial de tornar a visita a um deles ainda mais legal.

São as fotos temáticas de museu.

Essa ideia surgiu pra mim, no ano passado, quando fui pra Europa. E o tema da vez foi: BUNDAS.

As primeiras foram fotografadas em Munique. E  a estória era a seguinte: vale qualquer bunda, feminima, masculina, peluda, pelada… O importante era ser bunda.

Esta estava na frente de um museu

 

Na Pinacoteca de Munique eu fiz a festa!

Feminima

 

?

 

Esta eu acho que é uma de Rodin

 

No Louvre eu me esbaldei!

Curto muito arte greco-romana e como as esculturas estão sempre peladas, foi um delírio.

Peluda

 

De mulherzinha

 

Parece de homem

 

Bem arrebitadinha

 

De mulher

 

Este é o cofrinho da Vênus de Milus

 

Óóóóóó

 

De mulherzinha, com certeza...

Estou falando disso porque dei continuidade às minhas aventuras “bundísticas” no Met e no MoMA em Nova York e criei novos temas (céus e cabelos), que vão virar posts.

Bundinhas de ninfas

 Meu erro foi não ter tirado uma foto da descrição de cada obra, até pra eu saber do que estou falando. Isso eu só aprendi no fim da última visita a um museu.

Bunda com saquinho de nozes

Bunda no MoMA

A vida é o que fazemos dela, observar o mundo e tudo o que foi criado por outros seres humanos pode nos dar novas ideias para melhorar nossas vidas e a dos outros, por isso:   INVENTE SEU TEMA E VÁ AO MUSEU!


Das praias que conheci – Parte III

18 de julho de 2010

Janeiro de 2005.

Destino: COSTA DOS CORAIS!!!

Férias perfeitas, praias perfeitas.

Com máquina digital, carro alugado, sem nenhum hotel reservado, no melhor estilo easy rider.

Ai ai…

Tenho que deixar aqui registrado que foi nesta viagem que “conheci” Ricardo Freire e seu ponto de vista tão parecido com o meu. Foi numa revista de turismo que estava na banca do aeroporto. Muita coincidência, eu indo para aquela região e um cara falando de lá… Sei… Qual não foi nossa surpresa quando ele sugeria a visita a uma região que nós com certeza não iríamos conhecer (como todo turistão, iríamos contornar a então nomeada “Rota Ecológica”, entre Maceió e Maragogi). Deste então, sempre “consulto”-o quando quero saber alguma coisa sobre viagens. 

Descemos em Maceió, pegamos um carro (sim, a partir de então, sempre com carro) no aeroporto mesmo e fomos direto pra São José da Coroa Grande em Pernambuco, há uns 150km.

Chegando em São José da Coroa Grande

Ficamos na Pousada Oriente, beira-mar, novinha (na época), praia de cidade com amendoim cozido, queijo coalho assado, raspa-raspa e o delicioso “PICOLÉ CASEIRO CAICÓ”.

Poucas alternativas para comer, com exceção do restaurante Calamares. classe A e preços moderados.

Com a base em São José, fomos fazer minha primeira visita à Praia dos Carneiros…

Que primeira impressão…

A tradicional foto "na sombra do coqueiro"

Nós na paradisíaca Praia dos Carneiros

Carneiros by Wal

Com as dicas de Ric (intimidade é foda), entramos em Japaratinga pra descobrir um lugar quase perdido. Estrada de terra e clima de interior à beira-mar. Encontramos uma pousadinha também recém inaugurada chamada Igarakuê. Simples e limpinha, nada de mais. Não gostei muito da localização, a pousada ficava muito perto do rio e o mar ficava um pouco turvo.

No dia seguinte seguimos para São Miguel dos Milagres, do outro lado do rio.

Ficamos na Pousada da Amendoeira. Novinha. Uma delícia. Um rango delicioso (diária com meia pensão). Ótima dormida.

Espelho em Milagres

 De Milagres, fomos para Barra de São Miguel, praia linda, pena que praia de cidade. Muito cheia. Mas ficamos no melhor hotel da cidade, e no melhor quarto também. O hotel era o Village Barra, beira-mar, linda vista, quartos novos, e na cidade uma variedade enorme de comidinhas gostosas.

Modelete

Ufa!!!


Brasília

24 de abril de 2010

Brasília fez 50 anos.

Dos quais 17 comigo, se é que podemos falar assim.

E um fim de semana antes das comemorações saí para fotografar a cidade.

Constatei que a cidade estava aos pedaços… Quer dizer, em obras… Tudo quebrado, nada fotogênico…

Levei minha Diana F e a minha digitalzinha.

Ainda não revelei as fotos da Diana F, mas as da digital ficaram bem legais:

Museu nacional - olho de peixe

 Foi o primeiro fim de semana de céu azul depois de uma temporada de chuva e cinza.

Passei pela praça dos Três Poderes, mas estavam consertando o piso, o Panteão estava em obras, assim como o Palácio do Planalto.

A catedral estava coberta por uma lona…

Segui para o Museu Nacional.

Museu Nacional

 De lá só restou o Memorial JK porque o elevador da Torre de TV estava quebrado…

Memorial JK

Esferóide de Darlan Rosa

O que eu aprendi com tudo isso?

Que Brasília é o espelho do Brasil, um país aos pedaços, remendado e mal acabado. Um país que é ao mesmo tempo lindo.

Brasília: um verdadeiro paradoxo.


Lomography

28 de março de 2010

Depois de confirmar que minha máquina de plástico funciona, fui atrás de mais informações sobre ela. Acabei encontrando um site da própria fabricante e me cadastrei, claro.

Link:

http://www.lomography.com.br/

Começo a perceber que muitas pessoas são fãs desta velha tecnologia e estão se divertindo com suas máquinas.

Pra me divertir estou tendo que ir um pouco mais longe. Aqui em Brasília não se vende filme de 120mm, comprei em Curitiba uns rolinhos de P&B, na Diafilme. Já entregaram. Estou esperando a seca começar pra fotografar os monumentos de Brasília.


Ponto de vista

8 de março de 2010

Ganhei de presente de aniversário da Carol e da Carlinha uma supermáquina fotográfica manual – DIANA F.

Uma maquininha superespecial: utiliza filme de 120mm – não é encontrado aqui em Brasília, supermanual – controle bem tosco da abertura e da distância focal. E o presente ainda foi mais completo, veio com uma fantástica lente olho de peixe com 20mm.

Resultado?

Vamos conferir:

Diana F na praia de Carneiros

Coqueiral

Coqueiral

Carneiros do ponto de vista do olho de peixe

Visú

Doidêra!

Adorei o presente, adorei o resultado!

Já comprei mais filmes (via internet) pra brincar mais! Aguarde, dentro em breve – mais precisamente depois que começar a seca e o céu de Brasília ficar ainda mais lindo – fotos de Brasília…