Brasília

24 de abril de 2010

Brasília fez 50 anos.

Dos quais 17 comigo, se é que podemos falar assim.

E um fim de semana antes das comemorações saí para fotografar a cidade.

Constatei que a cidade estava aos pedaços… Quer dizer, em obras… Tudo quebrado, nada fotogênico…

Levei minha Diana F e a minha digitalzinha.

Ainda não revelei as fotos da Diana F, mas as da digital ficaram bem legais:

Museu nacional - olho de peixe

 Foi o primeiro fim de semana de céu azul depois de uma temporada de chuva e cinza.

Passei pela praça dos Três Poderes, mas estavam consertando o piso, o Panteão estava em obras, assim como o Palácio do Planalto.

A catedral estava coberta por uma lona…

Segui para o Museu Nacional.

Museu Nacional

 De lá só restou o Memorial JK porque o elevador da Torre de TV estava quebrado…

Memorial JK

Esferóide de Darlan Rosa

O que eu aprendi com tudo isso?

Que Brasília é o espelho do Brasil, um país aos pedaços, remendado e mal acabado. Um país que é ao mesmo tempo lindo.

Brasília: um verdadeiro paradoxo.

Anúncios

Viajar só faz bem

18 de abril de 2010

Bons momentos são eternos

Vi há alguns dias na internet uma reportagem sobre um estudo (se é que dá pra acreditar em “estudos”) que trata da satisfação das pessoas ao adquirir bens materiais e “experiências”, que seriam fazer viagens, passeios, ir a festas, enfim, coisas que o dinheiro paga mas que não podem ser colocadas na estante…

O texto tem essa fonte:

The relative relativity of material and experiential purchases. Carter, Travis J.; Gilovich, Thomas. Journal of Personality and Social Psychology. Vol 98(1), Jan 2010, 146-159.

Os “resultados” comprovam o que só quem viaja sabe, as pessoas são muito mais felizes quando adquirem “experiências”.

Os bens materiais são passíveis de comparação e como bons seres humanos que somos, sempre comparamos nossas posses com a dos outros. E mais, além de compararmos com as coisas dos outros, comparamos o tal bem com os demais da mesma espécie existentes, pra ter certeza que fizemos um bom negócio (e se você descobrir que existe um melhor que o seu?)… E ainda temos que guardar e manter as coisas…  Resumindo: dá muito trabalho ter coisas materias.

Jás as experiências…

Ahhhh, essas são difíceis de ser comparadas…

Experiência: cada um tem a sua!

E ainda que viajemos juntos, suas impressões vão ser diferentes das minhas. Ela vai ser ÚNICA, EXCLUSIVA e ESPECIAL!! Só sua! Tem coisa melhor do que essa? Ter uma coisa que ninguém tem? Uma coisa que vai ficar guardada pra sempre nas suas lembranças!

Adoro!

Tá certo que a viagem pode ser uma porcaria, mas ainda assim, vai ser uma porcaria só sua!!! Exclusiva! Hahahaha…

Enfim, o que vale é viajar, SEMPRE!